Porto de Galinhas – PE

Um pouquinho da História, sempre é bom saber!!!

Porto de Galinhas é uma praia muito conhecida do nordeste brasileiro, localizada no município de Ipojuca, no estado de Pernambuco. Sua fama se deve, principalmente, às belezas naturais: piscinas de águas claras e mornas formadas entre corais, estuários, mangues, areia branca e coqueirais. Inicialmente, a praia era chamada de Porto Rico, e a madeira de Pau Brasil era o principal produto comercializado.

Por volta de 1850 quando o tráfico de escravos já era proibido por lei, Porto de Galinhas tornou-se um porto clandestino de venda de escravos. Os escravos que ali chegavam eram trazido de Angola e transportados no porão do navio. Na superfície vinham as galinhas para disfarçar o que a embarcação realmente trazia. Assim que aportavam, a notícia se espalhava na região, há galinha de Angola no porto. Na verdade esse era apenas um código para alertar os grandes proprietários de terras que os escravos haviam chegado. Desde então o lugar ficou conhecido como Porto de Galinhas.

Fechamos a parte aérea , hotel, traslados, café da manhã e jantar com minha amiga Carol, da Frontiere Turismo que já conhece os nossos gostos , escolhemos o Hotel Armação em Porto de Galinhas, indicado por ela pela localização e por ela já ter ficado lá e gostado muito. Já tínhamos visto também , mais ou menos o valor dos passeios e sabíamos mais ou menos quanto iríamos gastar. Isso também é muito importante .

Pesquisamos na internet sobre a tábua das marés – existem períodos onde a praia está com a maré muito alta e se maré estiver alta, não dá para ver as piscinas naturais. O perfeito é quando a maré está de 0.0 a 0.3.

Pedimos no Hotel para eles pesquisarem na internet para nós, e a partir daí bolamos nossos passeios.

Primeiro dia: 21/01/2013

Ficamos no Hotel Armação,

DSC_0514
Piscina do Hotel com vista para praia! Maravilhoso! Vendo o sol nascer!

DSC_0031

Ótimo Hotel, ótima localização 2km da praia, com taxi de plantão o tempo todo onde pagávamos R$ 10,00 para ir até a vila, onde tudo acontece, é conhecida como a Vila dos Pescadores. Tem diversos restaurantes, shows, forró e tudo mais. Há 30 anos atrás só existia essa vila com pescadores vendendo peixes e só, hoje está repleto de lojas, sorveterias, bancos, restaurantes. Foi nessa vila que compramos os pacotes para os passeios, uma vez que no Hotel estava muito caro, compramos na Rua dos Navegantes,73 na PIMENTEL TURISMO, excelente!!!!!!! Fechamos todos os passeios com eles.

Muito gostoso ficar passeando na vila é muito tranqüilo, segurança milllllll. Fomos até o supermercado para economizar um pouco pois no Hotel tudo é muito caro.

Segundo dia: 22/01/2013 – Praia dos Carneiros

Conhecemos a Praia dos Carneiros, R$ 35,00 por pessoa.

A Praia dos Carneiros fica em Tamandaré em Pernambuco 50 km de Porto e vale cada caminho percorrido!!!! Não deixem de conhecer, vista maravilhosa, toda emoldurada por coqueiros. O dia ajudou muito, tivemos muita sorte, dia lindo! Está entre as praias mais bonitas do Brasil, tem 6km de coqueirais, que margeiam toda a sua extensão, a água é límpida, o mar é calmo e morno, sua paisagem é moldada pelo estuário de três Rios, e por um paredão de arrecifes com piscinas naturais.

DSC_0168

DSC_0219

Arrecifes com muito ouriços, importante ir de chinelo.

DSC_0287

DSC_0307

DSC_0361

A vista da pitoresca igreja de São Benedito é linda, íamos até lá para visitar, pois ficava perto do restaurante Bora Bora, que dizem que é famoso, mas aconselharam a gente não ir pois estava lotado .

DSC_0451

Imperdivel também é o revitalizante banho de argila, vale a pena contratar a fotógrafa para tirar as fotos pois ela é excelente e entregou-nos um CD com muitas fotos.

DSC_0390
tirando e preparando a argila.
IMG_4446
Já que a argila deixa mais bonito, vamos testar! hahaha

Eles indicaram um restaurante para almoçar mas nós não gostamos, achamos um ao lado, chamado JAOBÁ preço bom, e não tinha quase ninguém.

DSC_0467
Comida boa!!!

A noite curtimos o nosso Hotel maravilhoso, teve campeonato de caipirinha e lógico que fui lá para participar, não ganhei nada, mas fiz muita caipirinha para experimentar, muito bom!!!!

DSC_0493

Terceiro dia: 23/01/2013 – CALHETAS – CABO DE SANTO AGOSTINHO

Para quem vai a Porto de Galinhas, vale a pena, o passeio não é muito caro, e é uma praia diferente das demais. A princípio ela não encanta muito, pois é uma praia muito perigosa, não recomendo se for com criança, mas oferece uma beleza diferente, cercada de pedras, com areias grossas.

DSC_0580

DSC_0611
Ponto de ônibus que encontramos no caminho

A água do mar é surpreendente, muito clara e tem um azul maravilhoso. Os coloridos barcos de pesca embelezam também a pequena praia.

DSC_0633

Para quem gosta de aventura existe uma tirolesa que te atira dentro do mar, mas as meninas não se animaram ir. Tem também o conhecido e famoso bar do Artur, nós não comemos lá, mas não deixem de conhecer pois tem uma vista muito legal e tiramos fotos lindas lá.

DSC_0660

DSC_0667

DSC_0806

A noite fomos no forró na Vila. Foi ótimo e muito diverti com músico ao vivo. Para quem curte um forró como eu não perca!

Quarto dia : 24/01/2013 – Muro Alto ( Imperdível) R$ 110,00 (R$37,00 cd uma)

Vale muito a pena conhecer Muro Alto, fizemos um passeio de buggy ponta-a-ponta, pois estávamos em Porto de Galinhas.

DSC_0842

Passamos em Maracaípe, fizemos um passeio de jangada pelo rio que foi uma delícia, vimos os cavalos marinhos que vem procriar no mangue e apreciamos a charmosa vegetação de mangue com as lindíssimas raízes aéreas, cheias de ostras, siris e samurai.

DSC_0860

DSC_0871

DSC_0876

DSC_0890

DSC_0905

DSC_0916

DSC_0927

DSC_0939_COPIA

Depois fomos para o Muro Alto, tivemos muita sorte, pois o bugueiro foi com a nossa cara e deixou-nos passarmos o dia todo lá enquanto ele foi fazer uns bicos. Deu tempo de curtir os arrecifes, (foi a melhor coisa que fizemos ir junto com um nativo de lá, até ouriço na mão nós pegamos). Passeio de meio dia não dá para aproveitar muito.

DSC_0070

DSC_0013

DSC_0019

DSC_0003

DSC_1078

DSC_0026
Olha a cara de medo!
DSC_0041
nosso guia!

 

DSC_0043

Era possível fazer StandUp, muito divertido.

Para acabar o dia, uma bela água de coco na beira da piscina e apreciar o pôr do sol.

DSC_0096

Quinto dia : 25/01/2013 – Maragogi (R$85,00 p/pessoa)

Como o passeio ia iniciar as 6h da manhã, resolvemos acordar as 4h para ver o sol nascer. Levei o tripé e fizemos muitas fotos maravilhosas!!!!!! Na piscina , curtindo o mar e esperando o sol nascer, e a hora da Van chegar para irmos para Maragogi momento único!!!!!!!

DSC_0112

DSC_0134

DSC_0145

MARAGOGI – FICA A UMA HORA E MEIA DE PORTO DE GALINHAS.

Ir à pequena cidade de Maragogi, no norte de Alagoas, é se sentir no Caribe sem precisar deixar o Brasil. As praias paradisíacas – de densos coqueirais, águas límpidas e esverdeadas – fazem jus à comparação. Mergulhar no mar calmo de Maragogi e observar bem de perto os arrecifes de corais e ter o corpo rodeado de peixes coloridos. Lembramos muito de Cozumel, (caribe) onde fizemos um passeio parecido.

DSC_0178

DSC_0199

A fama de Maragogi vem de suas impressionantes piscinas naturais – chamadas de Galés. Distantes cerca de 6km da praia ela se formam em alto mar por conta dos arrecifes de corais. Nós fomos de Catamarã, já incluso no passeio. A maré estava baixa, como já havíamos pesquisado.

DSC_0239E

As meninas mergulharam na superfície utilizando snorkel. Coloquei toda minha coragem em ação e fui de cilindro, uma vez que não era preciso ser profissional para optar por esse tipo de mergulho, e nem sequer saber nadar. A profundidade máxima explorada é de 5 metros e um instrutor acompanhou-a pelo braço durante todo o tempo. Ameiiiii!!!!!!! Voltei deslumbrada!!!!!!!!

DSC06144

DSC06186

DSC06201

DSC06209

Agora hora de ver com o cilindro!! Muito lindo!!!

DSC05850

DSC05852

DSC05858

Almoçamos junto com o pessoal da excursão, foi muito bom mesmo!!!!!

DSC_0256 copy Maragoggi

No final da tarde ficamos curtindo mais uma vez o nosso hotel maravilhoso.

DSC_0614

Quinto dia : 26/01/2013 – Praia Porto de Galinhas

Saimos do hotel cedo, caminhamos 2km pela praia e fomos finalmente conhecer a praia de Porto de Galinhas, alugamos umas cadeiras não muito perto da vila para ficarmos mais sossegadas, eles cobraram R$15,00 para usar as cadeiras, mas como consumimos não cobram nada, passamos o dia todo na praia.

DSC_0411

DSC_0434

DSC_0412

DSC_0445

Na praia se encontra vários vendedores, vendendo vários tipos de coisas!!

DSC_0497

DSC_0500

chapéus, roupas, caipirinhas, milho verde…

DSC_0505

Queijo, caldinho…

DSC_0511

DSC_0508

brincos e colares.

DSC_0509

mariscos…

DSC_0460E

E até repentistas!!! ISSO É BRASIL!!!!!!

DSC_0470

Voltamos a pé bem de tardezinha, a noite rolou uma Festa Junina no Hotel , muito bom!!!!!!

DSC_0367

Sexto dia : 27/01/2013

Ficamos curtindo o Hotel – Tudo que é bom dura pouco!!! Ultimo dia!!!!!

Acordamos as cinco da manhã para ver o nascer do sol. Perfeito!!!!! Nos divertimos bastante, tiramos muitas fotos, umas mais lindas que as outras.

DSC_0519

Depois fomos andar pela praia, uma delícia!!!!!

Desocupamos o quarto as 15h, mas como o Hotel era excelente deixou-nos ficar até as 18h esperando na piscina, e nos ofereceu um banheiro com toalhas e sabonetes.

E para finalizar essa grande semana, ficamos na piscina, tomamos uma caipirinha para bebemorar os momentos deliciosos que passamos juntas!

DSC_0623

“O fantástico da vida é estar com alguém que sabe fazer de um pequeno instante um grande momento…”

DSC_0152E

 

Carnaval de Berna – Bärner Fasnacht 2016

13/02/16

O Carnaval do Brasil acabou na quarta-feira de cinzas e aqui em Bern começou na quinta.

Não pude ir todos os dias e vim hoje somente no sábado para conferir como é. Não é nada tão grandioso como o carnaval do Brasil (nem se compara) mas é bem divertido. As pessoas jogam confetes um nos outros, e parece que é a época que o pessoal sai todo de casa. Afinal é muito frio.

As bandas começam desfilando da cidade velha e vão ate quase perto da estação. Hoje infelizmente estava chovendo muito e não consegui fazer muitas fotos.

RE1_5868

Há vários pequenos blocos que se apresentam na rua, todos vão bem caracterizados, e em cada bloco tem uma pequena banda cada um tocando um instrumento.

RE1_5859

RE1_5861

RE1_5866

RE1_5872

RE1_5873

RE1_5883

E a noite claro, me reuni com as amigas e fizemos nosso carnaval.  nos divertimos bastante! E como também não queríamos ficar de fora, sem fantasia, improvisamos uma fantasia de militar. Nos encontramos no restaurante Desperado para jantar e terminar de nos maquiar!

RE1_5893

Depois partimos para rua para começar a brincadeira! E encontramos várias pessoas com várias fantasias legais.

RE1_5904

RE1_5900

RE1_5901

RE1_5910

No final entramos no Kornhauskeller, é um restaurante e também vira uma casa de show. E lá terminamos a noite. Foi divertido!!!

RE1_5919

RE1_5923

Valeu “Militeiras”!!! hahahaha

 

 

 

Capadocia – Passeio de balão

16/07/13

Chegou o dia mais esperado!! Andar de balão!!!!
E a nossa grande aventura começou bem cedo,  3 da manhã , esperamos a van passar no hotel e fomos até a empresa aonde foi servido um café da manhã para todos os aventureiros.  Além do café recebemos também algumas instruções, depois foram separando as pessoas formando os grupos para cada balão.

A empresa que contratamos foi a Butterfly Ballons, e eram 5 balões e o nosso balonista era o Kaan. E tivemos que aguardar um pouco mais do que o esperado pois o tempo estava com um pouco de vento. E podia ocorrer de ser cancelado. Dai a ansiedade fica grande, e também um pouco de medo, afinal qualquer vento que desse eu já achava que seria impossível.

DSC_0001

E o aviso foi liberado e lá fomos nós até a colina aonde estavam os balões, ai o coração começa a sair pela boca só de ver o tamanho e o barulho dos balões… Não imaginava nada daquele jeito!

DSC_0005

O Vale do Goreme é uma das regiões da Capadocia que apresenta melhores condições para voos de balão.

DSC_0012

DSC_0029

DSC_0022

A emoção de estar com minha mãe, na Capadocia e ainda poder andar de balão juntas foi grande!! Obrigada mãe!

DSC_0039
Preparando os balões

Todos os balões já tinham subido e nosso nada ainda… e o mais tenso foi quando o guia nos mandou entrar na cesta para fazer contra peso e a Lila entrou primeiro e depois ele pediu para a gente se afastar, e a preocupação de deixar ela lá dentro, ela era a que estava com mais medo! Foi até engraçado!!

Entrando no balao

Depois vieram todo o pessoal da equipe para ajudar a arrumar o balão e foi aquela correria e eu pensava será que vai dar?? Ai meu Deus, foi quando eles gritaram e colocaram todos para dentro, e foi um abaixa e levanta e vai… foi quando o balão subiu… e ai que emoção o balão esta subindoooooo!!

Quase pronto

DSC_0067
Olha o sorrisinho do medo de altura… hehe
DSC_0071
Kaan nosso balonista.

DSC_0073

Os Balões sobem até 500 metros, podendo observar ainda mais a beleza do lugar, apesar de que para mim quanto mais alto era pior, mas consegui. A beleza superava o medo!

DSC_0084

DSC_0092DSC_0100

A duração do voo é de aproximadamente 1 hora e custou 150 Euros.

DSC_0134

DSC_0109

DSC_0121

DSC_0135

É incrível não é?? Muito lindo! Mas ver lá de cima foi o melhor de tudo apesar de todo o medo! E para aterrisar foi super tranquilo a cesta caiu direitinho de pé! Parabéns ao nosso balonista!

DSC_0167

No final ganhamos champanhe para comemorar nosso grande passeio!!

DSC_0183

DSC_0186
Ganhamos um certificado

Ganhamos também um certificado!! Quem vai querer subir a próxima com a gente?

Inesquecível, maravilhoso com certeza isso vai ficar para sempre! Valeu meninas pela companhia! Todas se superaram nessa viagem!

Aqui fiz um pequeno clip, com alguns videos e fotos de como foi nosso passeio hoje.

Clip do Passeio de Balão

Toda essa emoção e agito começou cedo, depois voltamos para o hotel e fomos fazer o Tour Green.

Capadocia – Green Tour

16/07/2013

Após a grande emoção que tivemos hoje cedo no nosso Passeio de Balão, fomos ainda fazer o tour verde, que incluiu: Cidade Subterranea, Ihlara Valley, Catedral Selime, Vale dos Pombos

Saímos cedo, o guia nos buscou no hotel, e fomos até a cidade Kaymakli, fomos conhecer a Cidade Subterrânea, antes da entrada tem um grande bazar com várias lojas,

DSC_0221

DSC_0194

Há 36 cidades subterrâneas na Capadócia e a mais ampla é Kaymakli enquanto que a mais profunda é a de Derinkuyu, mas essa não visitamos.

Logo na entrada o guia orientou-nos que, quem sofre claustrofobia que é melhor não arriscar. Nossas amigas não tiveram coragem de ir e fui só com minha mãe e o guia.

A Cidade Subterrânea de Kaymakli foi construída debaixo da colina conhecida como a Cidadela de Kaymakli e abriu ao público em 1964. Os habitantes da aldeia de Kaymakli (Enegup em grego) construíram as suas casas à volta de quase 100 túneis da cidade subterrânea e ainda usam algumas zonas dos túneis, como as caves, os armazéns e os estábulos, às quais têm acesso através dos seus pátios. A cidade subterrânea de Kaymakli tem passagens baixas, estreitas e inclinadas. Tem 8 andares abaixo do chão, mas apenas 4 estão abertos ao público. Nestes os espaços estão organizados à volta de tubos de ventilação.

DSC_0201

DSC_0207

DSC_0198
Kisile Church

No 2º andar a igreja tem uma só nave e duas absides. Em frente às absides está o altar e em ambos os lados deste há plataformas para assentos. Também há alguns quartos neste andar.

 

DSC_0216

De fato andar por ali por baixo náo era uma tarefa muito fácil!

Apesar de apenas 4 andares terem sido abertos, é certo que Kaymakli é uma das maiores cidades subterrâneas da região. É a mais ampla de todas as cidades exploradas. O nº de armazéns encontrado numa zona muito pequena sugere que muitas pessoas residiam aqui. Os arqueólogos pensam que podiam viver aqui até 3500 pessoas!!!

DSC_0213

Ufa conseguimos ir até o final!!!!

Depois fomos para Ihlara Valley, (Ihlara Vadisi ou Vale Ihlara) é um oásis na árida região, porém linda, fica no interior da Turquia. Este é o maior desfiladeiro da região da Anatólia, com profundidade que chega a 100 metros, formado pelo Rio Melendiz há milhares de anos. O vale se estende de Ihlara até a região do Monastério Selime.

DSC_0244

O passeio começa com uma longa descida pelos desfiladeiros e uma parada para visitar a igreja no estilo caverna de Agaçalti Kilise (Igreja debaixo da Árvore) e seus afrescos bizantinos. Se desejar conhecer, existem mais sete igrejas importantes no vale.

 

DSC_0249

DSC_0255

DSC_0257

DSC_0262

O rio Melendiz, no qual divide o monte, permite a forma que consiste até hoje.

DSC_0292

É hora de continuar em frente, sempre à beira do Melendiz, até chegar a uma região cheia de restaurantes. Basta escolher o menu que mais lhe agrade, tentar sentar-se em um dos bangalôs sobre o rio e curtir a deliciosa gastronomia turca em meio à natureza.

DSC_0317

Depois do nossa pausa e grande almoço, o guia nos levou ate a Catedral Selime.

DSC_0330

A Catedral está situada em uma incrível montanha de pedra cortada por túneis que constituem um grande monastério bizantino.

DSC_0346

É muito interessante percorrer pelos corredores desse grande monastério.

DSC_0351

DSC_0359

Do alto dos cinco ou seis andares deste pico de rochas, é possível ter uma vista panorâmica de diversas “chaminés das fadas” negras, que serviram de cenário para gravação do filme “Star Wars“. Um lugar surreal, onde você fica parado, admirando, até que seu guia o interrompa e diga que é hora de voltar pra casa…

DSC_0360

DSC_0366

Lugar muito bonito, tranquilo, apesar do calor era muito refrescante ficar dentro das caves sentindo um vento no rosto.

Depois seguimos para nosso ultimo tour. Fomos para o Vale dos Pombos

DSC_0373

Güvercinlik Vadisi (Vale dos Pombos / Pigeon Valley)

Bastante próximo ao Castelo Uçhisar está o Vale dos Pombos. O nome do vale vem da enorme quantidade de pombais que foram esculpidos ao longo do vale. Os pombos eram utilizados como fonte de alimentos e fertilizantes, porém os fertilizantes químicos fizeram que a demanda por pombos diminuísse apesar que alguns fazendeiros ainda mantém métodos tradicionais por acreditarem que deixam as frutas mais doces e suculentas.

DSC_0374

DSC_0377

E aqui encerramos o tour green de hoje.

DSC_0401

Depois voltamos para o hotel, baixar fotos e curtir a vista.



			
					

Capadocia – Red Tour

Julho 17, 2013

Aqui temos vários tipos de tour, e eles classificam como red tour, green tour, e blue tour. Optamos pelo red tour e green tour, pois tinha muitos lugares interessantes e que gostaríamos de conhecer.

Para explorar a Capadócia, com esses tours facilita muito. Hoje fizemos o Red Tour vai de 9 as 17:30 hrs e as distâncias percorridas são um pouco menores que as do Tour Verde.

Museu a céu aberto – Open Air Museum 

DSC_0032

Patrimônio Mundial da Unesco, esse museu a céu aberto era no século II um local onde os primeiros cristãos introduziram o culto e criaram diversas igrejas dentro de cavernas.

DSC_0034

Vamos andando e entrando em diversas igrejas feitas nas pedras e o mais interessante é observar as pinturas no interior. Há representações de Jesus, da Virgem Maria e de São Jorge, entre outros. A igreja com as pinturas mais bem preservadas é a Igreja Escura que exige um pagamento a parte (além do que se paga para entrar no museu). Vale a pena entrar nela. Ah, e é proibido tirar fotos de dentro!

DSC_0046
Capela St. Basil

DSC_0051

DSC_0062

O Museu a Céu Aberto de Göreme abriga hoje diversas igrejas escavadas na rocha em uma arquitetura singular, com afrescos que ainda mantêm um pouco das cores originais.

DSC_0091

Na saída do museu, antes de seguir para o proximo tour, visitamos um pequeno bazar que fica próximo da entrada. Além de encontrar souvenirs, encontramos e tiramos fotos com alguns camelos! Minha mae corajosa subiu!!

DSC_0149

DSC_0154
eu só fiquei do ladinho… hahaha

Depois que saímos do Museu, continuamos nosso tour, e o guia nos levou para almoçar pois depois iríamos conhecer as cerâmicas em Avanos

 

DSC_0185
Kavi Restaurant

Hora de conhecer as cerâmicas, mas antes fomos convidadas a tentar fazer, e eu fui a sorteada!! DSC_0211

Estava me achando a atriz no filme Ghost… só que nada romântico! hahaha

DSC_0216
concentrada tentando fazer um vasinho.
DSC_0220
acho que fiz mais bagunça do que vaso! 🙂

Bom depois de tanta barro e lama, fomos ver as lindas cerâmicas, todas pintadas a mão! Sao maravilhosas e é um trabalho imenso.

 

Continuando o passeio passamos por Pasabag e Vale Devrent (também se escreve Vale Dervent) tem muitas formações rochosas diferentes. Muito conhecido como Chaminés de Fadas do vale formam uma paisagem lunar devido ao seu aspecto estranho. O vale também tem várias rochas com a forma de animais. Parece um zoológico esculpido pela natureza. Algumas das formas mais facilmente visíveis são camelos, cobras, focas e golfinhos. Se der asas à sua imaginação também pode ver outras formas. É como olhar para as nuvens e ver dragões. Até há uma rocha que parece a Virgem Maria com o Menino Jesus.

DSC_0228
Camelo
DSC_0236
Virgem Maria?

DSC_0254

DSC_0242
Soltando a imaginação, inventamos novas fotos! E deu o que falar e rir!

NO Red Tour visitamos:

Museu ao Ar Livre de Goreme: igrejas esculpidas na rocha com afrescos;

Uchisar: Castelo Romano esculpido na rocha;

Avanos: Centro de olaria

Pasabag: Chaminés de fadas com forma de cogumelos, vale dos monges

Devrent: Chaminés de fadas com forma de animais, vale da imaginação

E para encerrar a noite um jantarzinho gostoso e curtir o pôr do sol no nosso hotel!

DSC_0413

 

Capadocia – Rose Valley

15 Julho 2013.

Chegamos no aeroporto de Kayseri, pegamos um taxi até Goreme, aonde ficamos, foi mais ou menos 80 km. O taxista emprestou até um dicionário para nós consiguirmos falar com ele.

1839870775

E chegamos no nosso hotel!! Maravilhoso!! Uma vista maravilhosa e tem um estilo muito pitoresco, acho que como toda Capadócia!!!!

DSC_0388

Mas já chegamos e o recepcionista do nosso hotel nos orientou todos os tipos de passeios possíveis, para meio dia e dia inteiro! Aliás era ele que fazia de tudo, guia, recepcionista, motorista, garçon e cozinheiro. Foi muito bacana!
Mas não é só passeio de balão que tem para fazer na Capadocia, e sim cavernas, vales, igrejas e muita coisa interessante para visitar.
E nosso primeiro passeio foi de cavalo, e fomos até o Rose Valley, um lugar mais lindo que o outro!

DSC_0023DSC_0034

DSC_0036

Há mais ou menos 10 milhões de anos os vulcões entraram em erupção, em muitas ocasiões, expulsando toneladas de lavas e cinzas vulcânicas, que elevaram o planalto central de Anatólia até 200 m acima do nível anterior. Este material vulcânico formado por cinzas, argila, basalto, rochas e outros minerais foram-se moldando por ação dos rios, lagos, inundações, ventos e precipitações, transformando a capa superior, e configurando esta paisagem única, e exclusiva da região de Capadocia.

DSC_0071

DSC_0084

A vontade de registrar tudo era grande, uma maravilha de cenário! inesquecível! Ainda bem que estávamos com guia, pois não sei se conseguiríamos chegar a todos esses lugares sozinhas. E a beleza dessa região é algo mesmo fascinante, você literalmente se sente como em um mundo completamente diferente. O único barulho que se ouve é do silêncio e da paz que vem de estar no coração da natureza.

DSC_0077

E lá em cima paramos para tomar um belo suco de laranja, afinal o calor era grande e conhecemos uma turca que nos ensinou até alguns passos de cabeça da dança do ventre. Ela foi muito carinhosa e no final nos deu um abraço tão forte que parecia que éramos da família.

DSC_0083DSC_0090

DSC_0080
Nosso local para uma pequena pausa! Muito calor!

DSC_0106

Red Valey e o Rose Valey que são vales formados por tipos diferentes de rochas com variações de cor. No meio desse vale existe uma formação rochosa que no passado foi uma igreja e inclusive conseguimos ver um pedaço da decoração que restou apesar dos anos. Impressionante.

DSC_0114

DSC_0110

Aqui o momento foi um pouco tenso, o joelho da minha mae travou, tivemos que carrega-la até a parte de cima. Mas ainda bem que ela tinha remédios para dor e acessórios para o joelho e conseguiu voltar com o cavalo!! Guerreira!

DSC_0120

As pessoas das aldeias esculpiam casas, igrejas e mosteiros das rochas macias de depósitos vulcânicos. Göreme tornou-se um centro monástico em 300-1200 dC.
Entrar nas casas escavadas e conhecer os vales implica subir, descer, escalar, abaixar e caminhar muito, mas vale a pena. E no meio desse caminho encontramos uma das capelas de São Jorge aonde foi filmada a novela Salve Jorge.

DSC_0131

DSC_0134

DSC_0138
Hora de voltar

DSC_0159

Esse foi um passeio de 3 horas e não preciso nem dizer que voltamos quebradas! Mas foi incrivelmente lindo!!
DSC_0166
Vista do nosso hotel!
Amanhã nosso próximo passeio será o Passeio de Balão!! uhuuu

Istambul

12.07.2013

Saímos de Paris destino a Istambul, 3 horas de vôo e chegamos em Istambul. Já no aeroporto trocamos um pouco de euro para a moeda local que é a Lira Turca.

1 euro era o equivalente a 2,40 liras turcas.

blogger-image-1715788334
Lira Turca

E ai começou a nossa aventura. Primeiro procurar taxi e negociar, afinal como estavamos na Turquia, demos uma de turcas e procuramos o mais barato.

O taxista tirou até o pneu de step para que coubesse nossas malas. Pensa 4 mulheres, nem preciso dizer… rsrsrs

Nosso hotel era mais ou menos 50 km do aeroporto, então a volta era grande! Até conseguir chegar, apreciamos a cidade e descobrimos que a Turquia é o único pais que tem dois continente em uma mesma cidade: Asia e Europa.

O taxista não conseguia achar o nosso hotel, rodava, rodava, e começava a perguntar para um monte de gente e ninguém sabia aonde era.

Começou a bater um desespero e medo, afinal nós não conhecíamos nada, e já estava escuro e o local muito estranho. Tentamos ligar no hotel e ninguém atendia!

Reservamos o Nur Apart Hotel e a recepção só funcionava na parte da manhã. Já estavamos preocupadas, com muito medo e também irritadas com o taxista e também porque ele não parava de dizer “Insha’Allah!!!!” (Essa palavra é usada para indicar um desejo de fazer algo que se deseja. Também proporciona a benção de Deus sobre algo ou alguém. Por exemplo, se alguém quer fazer algo em particular, se esta pessoa sabe que é muito difícil de alcançar, essa expressão invoca a benção de Deus antes de que isso ocorra ou antes de que esta pessoa tente fazê-lo.)

E de repente parou o carro, desceu, abriu o porta-malas e começou a tirar nossas malas, deixando-as na rua. Enquanto isso encontramos um menino que conhecia o responsável pelo Nur, e nos ajudou. “Insha’Allah!!!!” Ele nos levou até o local e conseguimos as chaves, mas quando entramos, vimos que havia um problema no banheiro, ele arrumou outro em frente para nós, mas era no ultimo andar. Haja escada!

Mas o quarto era bem estranho para nós, mas depois nos adaptamos, mas o melhor é que tinha uma vista maravilhosa para a Mesquita, estava muito bem localizado e era muito barato. Mas não recomendo.

Como o hotel não tinha café manha, fomos procurar um local para um café básico e ficamos surpresa pois além de muito bom, ficou apenas em 10 liras para cada uma. Muito bom depois de uma noite tensa.

blogger-image--1993112758

Nosso primeiro passeio foi no Topkapi Palace, situado no bairro Sultanahmet, muito perto do hotel, fomos a pé.

O Topkapi foi residência se sultões otomanos, por quatro 400 anos (título de honra conferido a príncipe e soberanos mulcumanos. Foi construído entre 1459 e 1465 e é formado por vários pavilhões e jardins enormes. Tinha várias salas com exposicoes de trajes imperiais, usadas pelo sultões, também a área com os tesouros, armas etc.

DSC_0236
Palácio Topkapi

DSC_0242

Dentro desse Palácio tem um pequeno Harém (vem de uma palavra árabe, que significa proibido). Quando entramos no Harém passamos pelo o “Gate of felicity” – o portão da felicidade. Quando as meninas entravam nesse portão, pela primeira vez, elas eram informadas que depois que passassem pelo portao, nunca mais voltaria, e ficavam confinadas.

DSC_0272

DSC_0281

Nesse Harem havia mais de 400 cômodos, pois moravam muitas pessoas lá dentro. Hoje a maioria dos cômodos estão fechadas. Era aonde as mulheres ficavam e o acesso era restrito ao sultão e seus filhos.

DSC_0282

As moças eram escravas ou prisioneiras de guerra, onde era capturadas por navios piratas e eram negociadas nos mercados. Os Sultóes selecionavam as mais belas. Tem muita história sobre esse Harém que daria um Post inteiro, um dia tento escrever só sobre ele.

DSC_0294

Bom, saindo de lá fomos no Grand Bazar que alias é uma visita imperdível! Tem que ir e pechinchar muito! Tem muita coisa linda dá vontade de levar tudo.

DSC_0338 DSC_0328

DSC_0308Re burca

DSC_0338

DSC_0349

Mas saímos antes de comprar tudo, e também não gastar toda a Lira, hahaha, pois tínhamos marcado um passeio de barco pelo Bósforo.

Durante o passeio de barco, foi possível ver o outro Palácio Dolmabahce, mas esse passeio vale mais a pena fazer a noite, que tem o jantar incluso com apresentação de dança e passa pelo mesmo caminho, como não sabíamos acabamos fazendo os dois passeios de barco.

DSC_0361
Vista do barco o Palácio Dolmabahce

DSC_0381

DSC_0362

DSC_0383
palhaçadas fazem parte!

 

No nosso segundo dia, visitamos a Mesquita Azul ela é a mais importante de Istambul, foi construída em 1609 e 1616 e foi inaugurada em 1617 durante o mandato de Mustafá I. Sua arquitetura parece com a Santa Sofia, mas conta com 6 minaretes, para entrar, tem que estar com roupas adequadas, tirar os sapatos e para as mulheres cobrir também os cabelos e lá fomos nós.

DSC_0074

DSC_0084

DSC_0101

photo-3

Saimos de lá e fomos para Basílica Cisterna, ou conhecido também como Palácio Submerso, aonde foi filmada a abertura da novela Salve Jorge. Era o principal reservatório da cidade.
Era definitivamente essencial em períodos de seca ou durante ataques de inimigos. Os bizantinos podiam resistir por mais tempo com o suporte do reservatório em épocas de conflitos.

Foi construída no século XI durante o reinado do imperador Justiniano, o período mais próspero do Império Romano do Oriente.

DSC_0174

São 336 colunas vindas de diferentes territórios conquistados mas 2 são especiais, pois tinham a base na forma de cabeça de Medusa, uma que esta de cabeça para baixo, para neutralizar os poderes maléficos e a outra de lado que parece estar sonhando, segundo a lenda.

DSC_0186

DSC_0201

E foi muito bacana a visita, e também tem fotógrafos com cenários montados e fantasias da época e vale a diversão de fazer a foto.

1056

1050

Como todos os pontos turísticos ficam bem próximo um do outro, fizemos todos a pé, o Topkapi,  Mesquita Azul, Basílica Cisterna e Haghia Sophia.
Por lá tem também o Museu Arqueológico, mas não tivemos tempo de visitar.

O verão por aqui é muito quente, e merecemos uma pausa para um sorvetinho turco!

DSC_0220

A noite para encerrar o grande dia, fizemos novamente o outro passeio de barco só que agora o noturno com direito a jantar e apresentação de dança do ventre. Era com bebida inclusa e pagamos 50 euros cada uma! Foi muito divertido.

DSC_0262

DSC_0253

DSC_0258

DSC_0268

DSC_0284

DSC_0290

DSC_0337

Nosso terceiro dia de passeio foi pelo Palácio Dolmabahçe, que aliás esse devia ter sido o primeiro, para quem não tiver muito tempo recomendo ir só nesse, pois vale muuuito. É surpreendente!
Esse Palácio foi o principal centro administrativo do Império Otomano de 1853 a 1922.

Foi residência do sultão quando substituiu o Topkapi. Para visitar o Museu e o Harém custou 40 Liras.

DSC_0005

DSC_0011

O ingresso custa 40 Liras, e vale muito a pena conhecer tudo.

DSC_0019

Depois que passa pelo portão principal se vê um jardim maravilhoso, que dá vontade de ficar só ali curtindo a paisagem de tão lindo e florido.

DSC_0028

DSC_0044

DSC_0037

DSC_0051

DSC_0065

DSC_0072
Entrada do Palácio

DSC_0086

Não é permitido fazer fotos dentro do Palácio e do Harém, mas é a coisa mais linda, tem lustres enormes, mesas, acessórios, jóias. O Palácio é todo decorado e lindo! Ficamos um bom tempo por lá e curtimos tudo.

DSC_0088

DSC_0096

DSC_0115

DSC_0124
É um Palácio enorme!

DSC_0161

DSC_0184

O jardim no verão é muito bonito, limpo e organizado.

DSC_0188
Jardim do Palácio

Depois pegamos um táxi para voltar para o hotel, pois queriamos tentar voltar no Museu Arqueológico que tinha ficado para trás. Mas o taxista deu tanta volta que valeu o tour. Vimos a Muralha bizantina que servia como proteção durante o período das guerras.
E depois ele nos deixou perto do Museu, mas era dentro do Topkapi e como já tinhamos ido não iamos pagar de novo.

DSC_0204
Arasta Bazaar

DSC_0209

Mas tinha um outro bazar por lá muito legal também! E ficamos por lá até encontrar um brasileiro que veio conversar com a gente. Ele já estava em Istambul por mais dias e nos deu dicas por ali e nos levou no Restaurant Seven Hills, que tem uma vista de 360 de toda Istambul!! Valeu demais a dica amigo. E ainda nos apelidou de Meninas Super Poderosas Around the world!! Pela nossa coragem de estarmos fazendo tudo sozinhas sem guia!

DSC_0212
Restaurant Seven Hills
DSC_0217
Haghia Sofia
DSC_0213
Mesquita Azul
DSC_0226
Provando o Raki – Bebida Típica Turca

Tradicionalmente, a bebida é oferecida em um copo fino, estreito e longo e é acompanhada por fatias de queijo feta e melão, mas também pode vir ao lado de pepino, alface e peixe. Deve-se encher o copo com 1/3 de raki e 2/3 de água. Quando se adiciona água ou gelo, o ‘raki’ adquire o aspecto de leite, o que deu origem ao apelido de “leite de leão” (arslan sütü).

DSC_0223
Um brinde a nós! Serefe!

E assim foi nossa grande aventura em Istambul.

E até próxima! Cappadocia!! Güle Güle!!

Primeiro Encontro de Forrozeiros

O 1° encontro de forrozeiros aconteceu na Suiça, em Weggis,  em maio de 2015.

Evento foi organizado pelo Grupo de Forró Vem-Vem, foram 3 dias de muita festa, música ao vivo e comidas típicas, pessoas que vieram de vários lugares da europa, de várias nacionalidades e também muitos brasileiros de várias partes do Brasil, para dançar forró e apreciar a maravilhosa paisagem da Suíca.

Forro1Weggis25

Forro1Weggis143

Forro1Weggis32.jpg

Forro1Weggis47

Forro1Weggis54

Forro1Weggis85

Forro1Weggis87.jpg

Forro1Weggis126

E o 2° Encontro de Forrozeiros vem aí, será do dia 24 ao 26 de Junho de 2016.

flyer

 

 

 

Weggis

Saímos de Lucerna, direto para Weggis, queria levar meus pais para conhecer a cidade, pois eu já tinha ido uma vez, quando aconteceu o 1° encontro de forrozeiros e me apaixonei pela cidade.

Weggis para quem não sabe, no ano de 2005 a seleção brasileira ficou hospedada lá, pois estava se preparando para a copa do mundo de 2006. E nisso a cidade parou e os brasileiros fizeram muita festa por lá.

Tem até uma rotatória que foi construída na época e o Brasil foi homenageado.

_DSC2097

_DSC2090

Mas näo é de futebol que quero falar, e sim dessa linda cidade, que tem cerca de 4 mil habitantes, e uma incrível paisagem e um lago de poder ficar horas só admirando.

LuzernWeggis036REA_3698

Dá para chegar de carro, como também de barcos que saem de Lucerna.

LuzernWeggis040REA_3715

Bom e por lá resolvemos terminar a tarde e fizemos um pequeno piquenique, com vinho, risadas e muitas fotos.

LuzernWeggis038REA_3705

LuzernWeggis044REA_3726

LuzernWeggis056REA_3797

LuzernWeggis054REA_3790

LuzernWeggis050REA_3767

LuzernWeggis055REA_3791